Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

aspalavrasnuncatedirei

Há palavras que nunca chegam ao destino...fazem uma longa e amarga travessia pela solidão dos sentidos e morrem na escrita destas crónicas.

aspalavrasnuncatedirei

Há palavras que nunca chegam ao destino...fazem uma longa e amarga travessia pela solidão dos sentidos e morrem na escrita destas crónicas.

Amigas

por aspalavrasnuncatedirei, em 15.05.10

 

Recordo-me perfeitamente da primeira vez que a vi: entrou na minha sala de aula (com um sorriso de menina) vinha traduzi-la para um aluno surdo. Trocámos sorrisos formais e no final da aula disse-me «-Como é que consegues dar aulas em cima desses sapatos?» estava dado o mote, afinal sapatos é sempre um bom tema para duas mulheres conversarem. Dos formalismos à amizade foi um passo. Entrou na minha vida, e na dos Pantufinhas, como só podem entrar os amigos de coração, que se conhecem de outros tempos, de outros espaços e que são ligados por amizades cósmicas. Tantas coisas em comum: os chás («Ai amiga estou a virar-me do avesso») os cajus salgadinhos («Lá se foi a dieta, venha daí mais uma lata»), o filme O Segredo  (iniciado às 22h, terminado às 4h da manhã, com 9 minutos vistos) a roupa com cheiro a lavadinho (ainda gosto do Confort Essência), as gomas partilhadas com o Pedro, os cromos da caderneta rasgada do João (belo ataque de fúria). Seguiu-se o Sr. MSFT, as noites de Lhasa, de Rosa Passos, de maionese caseira («-Que é isto?»), de viola com a janela aberta em noites quentes de início de Verão. Depois veio o Príncipe Alexívio, que afinal sempre esteve por perto, com o cavalo pronto para te levar para a vida sonhada, e há muito merecida, de espada em riste para afugentar todos os teus medos e de coração aberto para te encher de mimos. «-Mamã, tenho saudades da Princesa Árabe, da piscina dos sapos, dos golfinhos e do Lexívio, Alexívio» dizem os meus pequenos reguilas traduzindo um sentimento que também é meu. E penso: porque é que a distância nos separa sempre das pessoas especiais da nossa vida? Eu sei que é só uma questão de Geografia, que do longe se faz perto e outros aforismos do género, mas há dias em que olhamos para trás e nos sentimos presenteados com as pessoas que se cruzam na nossa vida e que a mudam para melhor. Minha querida D. sei que um dia destes vais passar por aqui, e que te vais encontrar nestas palavras, por isso, deixo nesta página um grande beijinho para ti, para o L. para a D.Z. e agradeço-vos de coração fazerem parte da minha vida e da vida dos Pantufinhas.

 

15 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Favoritos